UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Centrais sindicais reúnem trabalhadores para se mobilizar no Dia do Basta


10/08/2018

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) participou, na manhã desta sexta-feira (10), do ato unitário das centrais sindicais batizado de “Basta: Dia Nacional de Mobilização em defesa do emprego, aposentadoria e dos direitos trabalhistas”. O ato, que aconteceu na Avenida Paulista, mobilizou inúmeros sindicatos filiados a UGT e diversas entidades filiadas às demais centrais coirmãs.

 

Segundo Canindé Pegado, secretário Geral da UGT nacional, o dia do Basta contou com adesão de 14 capitais brasileiras. “Hoje é um dia de mobilização em várias cidades, inclusive com paralisação de atividades”, disse o dirigente.

 

Ricardo Patah, presidente nacional da UGT ressaltou o quanto a entrada em vigor da nova Lei Trabalhista foi prejudicial para todos os trabalhadores, em especial para as mulheres. “As trabalhadoras sofrem discriminação, assédios moral e sexual ou acabam sendo brutalmente assassinadas e, ainda por cima, para complementar tudo isso, os políticos aprovam uma lei permitindo que gestantes possam trabalhar em local insalubre e inventam o trabalho intermitente, que é análogo a escravidão”, questionou.

 

43059443445_dc5fa07c6f_z.jpg

 

“O movimento de hoje, com a unidade das centrais sindicais, tem uma repercussão fundamental por que agora de forma enfática expressa a necessidade dos trabalhadores e trabalhadoras estarem unidos, para enfrentar os desafios impostos e, principalmente, porque se aproximam as eleições e com ela, o desafio de eleger pessoas comprometidas com a classe trabalhadora”, enfatizou Patah.

 

Francisco Xavier da Silva Filho, o Chiquinho do Sindicato dos Condutores, ressaltou que os trabalhadores precisam enfrentar a reforma trabalhista que somente afetou a vida dos trabalhadores, que é lado mais fraco. Agora estão novamente ensaiando a reforma da previdência para depois das eleições de outubro. “Por isso que é importante Dia do Basta, para que a classe trabalhadora se una em defesa dos seus direitos, do seu emprego e do seu país”, destacou.

 

43964650231_19e6de1c4b_z.jpg

 

Edson André dos Santos Filho, diretor da UGT-SP lembrou que a classe trabalhadora não pode mais continuar sofrendo com esses desmandos. “Chega! A classe trabalhadora está sendo esmagada por esse governo golpista que está ai. Nós temos que ter coragem de vir para as ruas, mostrar a nossa cara e acabar com essa bandalheira que está no congresso nacional”.

 

29026626337_3dec19e3ae_z.jpg

 

Os manifestantes seguiram em caminhada até a frente do prédio da Petrobrás, onde questionaram os alto preço dos combustíveis e contra as privatizações.

 

 

 

 




logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.