UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Vida online na pandemia beneficia negócios da Amazon


30/04/2021

Quase metade do lucro operacional da empresa veio da AWS, sua divisão de nuvem

 

A Amazon relatou seu segundo trimestre consecutivo de vendas superiores a US$ 100 bilhões (R$ 534 bilhões), ultrapassando com folga as metas de Wall Street enquanto continua colhendo recompensas das condições de vida impostas pela pandemia.

 

Com as pessoas no mundo inteiro hoje presas às compras online e streaming de vídeo, e a adoção do trabalho em casa reforçando os negócios de computação em nuvem, a Amazon divulgou vendas líquidas de US$ 108,5 bilhões (R$ 579,3 bilhões) nos primeiros três meses do ano, com alta de 44% em relação ao mesmo período um ano atrás.

 

O lucro líquido mais que triplicou, para US$ 8,1 bilhões (R$ 43,25 bilhões), ajudando a empurrar suas ações 3%, atingindo um recorde acima de US$ 3.590 (R$ 19.170) após o pregão.

 

"Há poucos indícios de desaceleração no crescimento da Amazon", disse Daniel Newman, analista da Futurum Research. "Seus negócios em geral, e-commerce, nuvem, publicidade, dispositivos, tudo está crescendo, e acredito que isso continuará pelo próximo trimestre."

 

Quase a metade do lucro operacional da Amazon —US$ 4,2 bilhões (R$ 22,43 bilhões), veio de sua divisão de nuvem, a AWS, cujos clientes comerciais foram obrigados a investir em consequência da mudança para o homeworking. O crescimento da receita ano a ano na AWS foi de 32%.

 

Jeff Bezos, fundador da Amazon, deverá se tornar o presidente-executivo, com o atual chefe da AWS, Andy Jassy, substituindo-o como executivo-chefe. A companhia disse que a transmissão ocorrerá em algum ponto no terceiro trimestre deste ano, mas não deu confirmação nesta quinta-feira (29).

 

O negócio de publicidade da Amazon também está surgindo como um grande novo centro de lucros, com receitas 77% acima das desse período do ano passado, chegando a US$ 6,9 bilhões (R$ 36,85 bilhões) no primeiro trimestre, enquanto a companhia continua alavancando sua posição como ponto inicial de milhões de buscas diárias por produtos.

 

Em sua previsão, a Amazon disse esperar que as vendas elevadas continuem, mesmo enquanto as comunidades começam a reabrir, prevendo entre US$ 110 bilhões (R$ 587 bilhões) e US$ 116 bilhões em receitas totais no trimestre atual. Esse número será reforçado pelo evento de vendas Prime Day, que está sendo antecipado para junho. Ele é geralmente realizado em julho, mas a pandemia o retardou para outubro no ano passado.

 

Falando em ligação com jornalistas, Brian Olsavsky, diretor financeiro da Amazon, disse que a velocidade de entregas de comércio eletrônico na Europa voltou aos níveis anteriores à pandemia, mas que os Estados Unidos ainda não estão totalmente a pleno vapor. Ele disse que a companhia espera continuar os fortes investimentos em logística em 2021, tendo acrescentado mais de 500 mil trabalhadores em 2020.

 

A Amazon disse que espera uma receita líquida entre US$ 4,5 bilhões (R$ 24 bilhões) e US$ 8 bilhões (R$ 42,7 bilhões) no trimestre atual, incluindo US$ 1,5 bilhão em gastos relacionados a medidas ligadas à Covid-19 em sua rede de logística.

 

Charlie O'Shea, analista da Moody's, descreveu os ganhos da companhia como "incríveis" e chamou a atenção para as maiores margens no negócio AWS. "A receita operacional [da AWS] aumentou mais de US$ 1 bilhão", disse ele, "e aumentou cerca de US$ 600 milhões em relação ao quarto trimestre de 2020, com apenas US$ 800 milhões em aumento de receitas, indicando uma alavancagem significativa das despesas conduzindo a expansão das margens."

 

Bezos tentou nesta quinta-feira salientar o serviço de streaming da Amazon, Prime Video, que segundo ele foi usado por 175 milhões de assinantes no último ano, com "horas de streaming" crescendo 70% ano a ano.

 

Em um impacto negativo da pandemia, as vendas nas lojas físicas da Amazon —principalmente os supermercados Whole Foods— caíram 16% no primeiro trimestre, comparadas com o mesmo período do ano passado.

 

"Acho que estamos vendo uma certa queda por causa das pessoas que estão trabalhando em casa, e não nos prédios ao redor das lojas Whole Foods", disse Olsavsky.

 

Fonte: Folha de SP




logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Formosa, 367 - 4º andar - Centro - São Paulo/SP - 01049-911 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2021 Todos os direitos reservados.