UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Agora é greve! Sem acordo, condutores param São Paulo nessa sexta-feira (6)


05/09/2019

Foram inúmeras tentativas, mas a intransigência e insensibilidade do prefeito Bruno Covas às reivindicações dos condutores pode resultar em uma das maiores greves de ônibus em São Paulo, anunciada para acontecer nesta sexta-feira, dia 6.

 

Contrários à redução da frota, preocupados com a garantia dos postos de trabalho e com o atraso do pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) dos trabalhadores, o Sindmotoristas comandou uma manifestação que iniciou com uma caminhada da sede do sindicato na Liberdade até à Prefeitura, no centro de São Paulo.


Embora os dirigentes estivessem dispostos ao diálogo, aguardando uma reunião com o gestor da cidade, o mesmo preferiu ignorar o apelo dos condutores, menosprezando a força e a capacidade de mobilização da categoria.


A intransigência de Covas resultou em um protesto em frente à Prefeitura e o clima de revolta contagiou os trabalhadores que pararam, em um primeiro momento, os ônibus que fazem as linhas do Centro, depois, o movimento se estendeu para os terminais de todas as regiões.


O Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, convocou uma reunião de urgência com a direção do sindicato, mas já era tarde, sem transporte público, São Paulo parou.

 

SEM ACORDO
O deputado federal e presidente licenciado do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, veio de Brasília para, junto com os companheiros de direção, participar da reunião com o Secretário, que acabou sendo infrutífera. Edson Caram confirmou a decisão de retirar de circulação mais de mil ônibus até o final do ano, o que deve causar a demissão de 8 mil e 500 trabalhadores. Também, com a extinção da função de cobrador, outros 19 mil pais e mães de família perderão seus empregos. Quanto à PLR, disse que o pagamento será feito em até 10 dias.


Sem acordo, os dirigentes posicionaram os trabalhadores concentrados em frente à Prefeitura sobre a continuidade do impasse. Valdevan Noventa, falando pela categoria, assumiu o compromisso de que os ônibus voltariam a circular no final da tarde de hoje para levar a população para suas casas, mas que a partir da zero hora desta sexta-feira (06), nenhum ônibus vai sair das garagens.


“Lamentamos que a situação tenha chegado a tal ponto, devido ao descaso do prefeito Bruno Covas com os trabalhadores em transportes e com a população. O gestor da maior cidade da América Latina e uma das maiores do mundo prioriza o transporte clandestino em detrimento ao transporte público. Então, não restou aos condutores outro caminho para defender seus direitos e empregos. Vamos à luta, vamos pra greve”, finalizou Noventa.

 

REPERCUSSÃO NA GRANDE MÍDIA

Não demorou muito para que o protesto fosse repercutido pela grande mídia. Globo, SBT, Rede Record, Bandeirantes, UOL, Gazeta, entre outros veículos noticiaram a manifestação, anunciando a greve.

 

Ao vivo no programa Brasil Urgente, o presidente licenciado e deputado federal, Valdevan Noventa, recebeu o apoio do apresentador e jornalista Datena, que mostrou-se impressionado com a liderança de Noventa.

 

Fotos: Denis Glauber
Confira todas as fotos: https://bit.ly/2k1puRB

 

MG_3834-300x200.jpg

MG_3738-300x200.jpg

MG_3776-300x200.jpg

MG_2246-1-300x200.jpg

MG_2335-1-300x200.jpg

MG_2453-1-300x200.jpg

MG_2549-1-300x200.jpg

MG_2665-1-300x200.jpg

MG_2751-1-300x200.jpg

MG_2767-1-300x200.jpg

MG_2796-1-300x200.jpg

MG_2806-1-300x200.jpg

MG_2861-1-300x200.jpg

MG_3014-1-300x200.jpg

MG_3136-1-300x200.jpg

MG_3164-1-300x200.jpg

MG_3283-1-300x200.jpg

MG_3305-1-300x200.jpg

MG_3350-300x200.jpg

MG_3376-300x200.jpg

MG_3453-300x200.jpg

MG_3522-300x200.jpg

 

MG_3656-300x200.jpg




logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.