UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Centro de Treinamento da UGT gaúcha quer mais segurança para o trabalhador


11/07/2017

A União Geral dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul (UGT-RS) inaugurou, no dia 7 de julho, o Centro de Treinamento de Prevenção de Acidentes de Trabalho, em parceria com Sindicato dos Agentes de Fiscalização de Trânsito de Porto Alegre (Sintran). Localizado na Avenida Farrapos, 1362, no Bairro Floresta, o espaço de capacitação está situado a um quilômetro do Centro da capital gaúcha e atente pelo telefone (51) 3557-1123 e-mail: contato@ztreinamentos.com.br

 

A criação do Centro é uma ação pioneira no meio sindical brasileiro, que passará a oferecer profissionais mais capacitados para o mercado e melhorar as oportunidades de emprego. Entre os cursos oferecidos pelo Centro, destaque para “Normas regulamentadoras NR35, NR18 e NR10”, “Segurança no Trabalho”, “Direção Defensiva”, “Ambiente Confinado” e “Treinamento em Altura”.

 

Conforme Marcelino Pogozelski, presidente do Sintran, o propósito da iniciativa consiste em fortalecer a prevenção através da formação e qualificação dos trabalhadores dos mais diversos setores produtivos. A ideia é compartilhada por Norton Jubeli, presidente em exercício da UGT gaúcha, que vê na criação do Centro uma importante ferramenta a serviço da preservação de vidas, fato que justifica a implantação da estrutura nas dependências da UGT-RS.

 

“É vital que os sindicalistas compreendam que qualificar, formar e proteger os trabalhadores é um elemento capaz de permitir que eles saiam de casa e com a perspectiva segura do retorno aos lares”, advertiu Jubeli, apoiado em dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) demonstrando que, somente em 2015, foram registrados mais de 613 mil acidentes de trabalho, com 2.502 mortes.

 

AS AMEAÇAS DA REFORMA TRABALHISTA

 

Agentes que atuam cotidianamente no desenvolvimento das relações trabalhistas alertam para o retrocesso que virá com a aprovação da Reforma Trabalhista.

 

Alex Myller, auditor fiscal e integrante do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT) do Piauí, acusou o projeto de reforma Trabalhista do governo de ser uma tentativa de desmontar o sistema de proteção social existente no Brasil, desde a década de 40, da qual a mais importante é a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Mas o auditor também inclui as normas regulamentadoras (NRs), que tratam das questões de saúde e segurança no trabalho, instruções normativas e portarias do Ministério do Trabalho, que abordam e tentam detalhar as obrigações contidas nas normas.

 

Luiz Alfredo Scienza, auditor fiscal do Trabalho do Rio Grande do Sul, afirma que a reforma Trabalhista proposta pelo governo interfere em grau elevado na acidentalidade e morbidade no trabalho, porque altera o determinante mais importante na condição da ocorrência dos acidentes, que é a forma de contratação das pessoas. A conclusão resulta do fato de que a reforma abre espaço para a realização de contratações via trabalho temporário ou por contratos por tempo determinado, em que as pessoas fiquem à disposição dos empregadores, são fatores que influem diretamente na garantia da integridade dos trabalhadores.

 


Categorizado em: Geral,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.