UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Programa de demissão de servidores atraiu só 76; meta do governo era 5 mil


29/11/2017

O PDV (Programa de Desligamento Voluntário) lançado pelo governo para reduzir custos com servidores, com meta de atrair até 5.000 funcionários públicos, teve adesão de somente 76 pessoas até esta terça-feira (28), divulgou o Ministério do Planejamento.

 

De acordo com a pasta, o baixo interesse se deu porque o programa foi instituído por medida provisória, que caducou nesta terça-feira (28 ).

 

"Ao longo da tramitação da medida provisória no Congresso, as condições originalmente propostas podem ser melhoradas. Essa expectativa leva o servidor a esperar a conversão da MP em lei antes de pedir um desligamento definitivo", afirmou o ministro Dyogo Oliveira, em comentário enviado pelo ministério.

 

Segundo o Planejamento, a MP, que perdeu a validade nesta terça, será reenviada em janeiro –uma medida provisória não pode ser editada duas vezes em um mesmo ano legislativo.

 

A pasta informou ainda que a adesão à redução de jornada, de 40 para 30 horas semanais, atraiu 140 servidores. No caso da redução de jornada de 40 horas para 20 horas semanais, a adesão foi de 13 servidores. A licença não remunerada incentivada atraiu 11 servidores.

 

O programa foi lançado em julho deste ano.

 

Na tentativa de cortar gastos para cumprir a meta de deficit, o governo Michel Temer anunciou o PDV, a redução de jornada e a licença incentivada para tentar reduzir em cerca de R$ 1 bilhão por ano as despesas com a folha de pagamento dos servidores do Poder Executivo.

 

Fonte: Folha de SP


Categorizado em: Geral,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.