UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Ocupação da Amazônia preocupa UGT


28/09/2009

A ocupação da Amazônia pelos europeus iniciou-se por volta de 1540, quase meio século depois do seu descobrimento. Mas arqueólogos obtiverem registros da sua ocupação datadas de 10.000 a.C. Porém, até o final da II Guerra Mundial, a presença humana na região quase não trouxe modificações à cobertura vegetal original.

Hoje, acredita-se que aproximadamente, 10 milhões de pessoas habitem aquela região, equivalente a uma densidade de dois habitantes/km2. Estima-se que 1,5 milhão de pessoas vivem na e da floresta. As informações são da Secretária Nacional Ajunta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da UGT (União Geral dos Trabalhadores), Fátima Cristina Faria Palmieri, baseadas em estudos e levantamentos pela Internet.

O uso e a ocupação do solo amazonense são caracterizados pelo extrativismo vegetal e animal - incluindo a extração da madeira - pela pecuária, por madeireiras e pela agricultura de subsistência, bem como pelo cultivo de espécies vegetais arbustivo-arbóreas. A UGT, conforme Cristina, defende todas as iniciativas direcionadas ao desenvolvimento sustentável da Amazônia baseadas em estudos científicos e tecnológicos.

Dados oficiosos apontam que 15% da Amazônia já tenha sido desmatada. Cabe ao governo federal criar mecanismos capazes de identificar os responsáveis por esses desmatamento, a maioria ilegal.Se for o caso até recorrer aos países fronteiriços, caso contrário a situação pode ficar incontrolável e o mundo perder seu mais importante pulmão verde, diz a dirigente da UGT.

Outra preocupação da UGT relacionada ao Meio Ambiente, é com respeito ao aquecimento global. "Aliás, essa preocupação não é exclusivamente de nós, ugestistas. É de quase a totalidade de nações do mundo", lembra a secretária adjunta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Ela cita que a Europa vem sendo castigada por ondas de calor de até 40 graus centígrados e que por aqui, ciclones atingem a costa brasileira especialmente no sul e sudeste.

Pesquisadores especializados em clima, afirmam que o aquecimento do planeta terra é conseqüência do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente os derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc) na atmosfera. "Gases como dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono formam uma camada de poluentes de difícil dispersão, causando com isso o já conhecido efeito estufa", explica Cristina. E uma das causas é o desmatamento e queimadas de florestas, "que precisam ser combatidos com rigor sob risco de perdermos esse rico patrimônio ecológico", conclui a secretária adjunta M eio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da UGT."


Categorizado em: UGT,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.